Três grupos criminosos dominam o cenário internacional do cibercrime
10 de Abril de 2023

O ano de 2022 terminou com um total de 16 milhões de ataques cibernéticos registrados em empresas de todo o mundo.

Três quadrilhas dominam o universo criminoso: LockBit, BlackCat e Royal.

A primeira delas foi responsável por cerca de um terço dos ataques detectados ao longo do ano.

Pequenas organizações constituem a maioria das vítimas, com 51,7% das investidas realizadas no quarto trimestre.

Os setores de finanças, TI e saúde foram os mais visados.

No Brasil, a gangue Royal é uma das principais ameaças, enquanto a BlackCat tem uma preferência pelo uso da falha Log4J.

Os Estados Unidos foram o país mais atingido por golpes de ransomware no ano passado, com 42% do total de vítimas.

O Brasil aparece na sexta colocação entre os países que mais sofreram golpes de sequestro de dados no mundo.

A Trend Micro alerta que o cenário é de franca expansão e sem o menor sinal de parada.

Publicidade

Já viu o Cyberpunk Guide?

Imagine voltar ao tempo dos e-zines e poder desfrutar de uma boa revista contendo as últimas novidades, mas na pegada hacking old school.
Acesse gratuitamente o Cyberpunk Guide e fique por dentro dos mais modernos dispositivos usados pelos hackers. Saiba mais...