Por que as APIs Shadow são mais perigosas do que você pensa
13 de Abril de 2023

As APIs shadow representam um risco crescente para organizações de todos os tamanhos, pois podem mascarar comportamentos maliciosos e induzir perda substancial de dados.

Para aqueles que não estão familiarizados com o termo, as APIs shadow são um tipo de interface de programação de aplicativos (API) que não é oficialmente documentada ou suportada.

Ao contrário do que se pensa, infelizmente é muito comum ter APIs em produção que ninguém nas equipes de operações ou segurança conhece.

As empresas gerenciam milhares de APIs, muitas das quais não são roteadas por um proxy, como um gateway de API ou firewall de aplicação da web.

Isso significa que não são monitoradas, raramente auditadas e são mais vulneráveis.

Como não são visíveis para as equipes de segurança, as APIs shadow fornecem aos hackers um caminho indefeso para explorar vulnerabilidades.

Essas APIs podem ser potencialmente manipuladas por atores mal-intencionados para obter acesso a uma variedade de informações sensíveis, desde endereços de clientes até registros financeiros da empresa.

Considerando o potencial de vazamento substancial de dados e violações de conformidade pesadas, impedir o acesso não autorizado por meio de APIs shadow tornou-se uma missão crítica.

Para ajudá-lo a começar, explorarei como as APIs se tornam ocultas e discutirei como as APIs shadow podem ser usadas para fins maliciosos.

Você também aprenderá a importância de monitorar o uso e o tráfego de APIs, bem como a identificar APIs shadow e mitigar riscos com controles de segurança específicos.

Como as APIs se tornam ocultas
Vários fatores podem contribuir para a falta de visibilidade de API, incluindo gerenciamento de API inadequado, falta de governança e documentação insuficiente.

Sem governança suficiente, as organizações correm o risco de ter um número excessivo de APIs que não estão sendo utilizadas efetivamente.

Uma parte significativa das APIs shadow é causada pela rotatividade de funcionários.

Francamente, os desenvolvedores não compartilham todo o conhecimento quando partem para novas oportunidades.

E com o mercado de trabalho de desenvolvedores tão aquecido, é fácil ver como isso pode acontecer.

Especialmente quando se considera quantos projetos eles estão trabalhando.

Mesmo os funcionários com as melhores intenções deixarão passar algo enquanto fazem a transição.

Também existem APIs que foram repassadas como resultado de uma fusão ou aquisição, que muitas vezes são esquecidas.

A perda de inventário pode ocorrer durante a integração do sistema, que é uma operação difícil e complicada, ou é possível que nenhum inventário tenha existido.

As grandes corporações que adquirem várias empresas menores estão particularmente em risco, já que as empresas menores são mais propensas a ter APIs inadequadamente documentadas.

Outro culpado são APIs com segurança inadequada ou uma vulnerabilidade conhecida ainda em uso.

Às vezes, uma versão mais antiga do software pode ter que ser executada ao lado de uma mais nova por um tempo durante as atualizações.

Então, infelizmente, a pessoa responsável por desativar a API, ou sai, ou é designada para uma nova tarefa, ou esquece de excluir a versão anterior.

"Você sabe quantas APIs possui? Melhor ainda, você sabe se suas APIs estão expondo dados sensíveis? Se você está enfrentando APIs shadow em seu ambiente, deve baixar o Guia Definitivo para Descoberta de API da Noname Security.

Saiba como encontrar e corrigir todas as suas APIs - não importa o tipo."

Como os hackers utilizam as APIs shadow
As APIs shadow são uma ferramenta poderosa para atores maliciosos, permitindo-lhes contornar medidas de segurança e obter acesso a dados sensíveis ou interromper operações.

Os hackers podem usar APIs shadow para realizar vários ataques, como exfiltração de dados, sequestro de contas e escalonamento de privilégios.

Eles também podem ser usados para fins de reconhecimento, coletando informações sobre os sistemas e redes críticos de um alvo.

Como se isso não fosse perigoso o suficiente, os hackers podem contornar controles de autenticação e autorização por meio de APIs shadow para acessar contas privilegiadas que poderiam ser usadas para lançar ataques mais sofisticados.

Tudo sem o conhecimento da equipe de segurança da organização.

Por exemplo, os ataques de API também começaram a surgir na indústria automotiva, colocando os motoristas e seus passageiros em risco extremo.

Ao explorar APIs, os criminosos cibernéticos podem recuperar dados sensíveis do cliente, como seu endereço, informações de cartão de crédito de cotações de vendas e números VIN - informações com implicações óbvias para roubo de identidade.

Essas vulnerabilidades de API exploradas também podem expor a localização do veículo ou permitir que os hackers comprometam os sistemas de gerenciamento remoto.

Significando que os criminosos cibernéticos teriam a capacidade de desbloquear veículos, iniciar motores ou desativar iniciadores completamente.

À medida que as organizações se tornam cada vez mais dependentes de serviços baseados em nuvem, torna-se cada vez mais importante para elas descobrir APIs shadow a fim de proteger seus dados e sistemas de atores mal-intencionados.

Como identificar e mitigar riscos de APIs shadow
A identificação de APIs shadow é uma parte importante da segurança de API.

Isso envolve descobrir todas as APIs que estão sendo executadas em seu ambiente, entender seu propósito e garantir que estejam seguras.

Isso pode ser feito por meio de ferramentas de descoberta de API que escaneiam todas as APIs em execução em um ambiente e fornecem informações detalhadas sobre elas.

Usando essas ferramentas, as organizações podem identificar quaisquer APIs shadow que possam existir em seu ambiente e tomar medidas para protegê-las antes que se tornem um risco de segurança maior.

Isso pode incluir monitorar o tráfego de rede para atividades suspeitas, realizar varreduras regulares de vulnerabilidades e garantir que todas as solicitações de API sejam autenticadas.

Uma vez identificadas, as organizações devem implementar medidas para mitigar os riscos associados a essas APIs, como implementar criptografia de dados, restringir privilégios de acesso e fazer cumprir políticas de segurança.

Além disso, as organizações também devem garantir que tenham sistemas de registro adequados para que qualquer tentativa de acesso não autorizado possa ser rapidamente identificada e corrigida.

Encontre e elimine APIs shadow com a Noname Security
Agora que você chegou ao final, vamos resumir as coisas para que você realmente entenda a tarefa à sua frente.

O fato é que as APIs shadow apresentam um desafio único para organizações como a sua.

Eles fornecem aos hackers uma maneira de esconder suas atividades, pois muitas vezes são difíceis de detectar e rastrear.

No mínimo, representam uma ameaça à segurança e privacidade de dados.

Dito isso, a Noname Security pode ajudá-lo a acompanhar com precisão todas as suas APIs, especialmente as APIs shadow.

Eles fornecem um único painel que oferece uma visão completa de todas as fontes de dados, seja no local ou na nuvem.

Sua plataforma de segurança de API pode monitorar balanceadores de carga, gateways de API e firewalls de aplicativos da web, permitindo que você encontre e cataloge todos os tipos de API, incluindo HTTP, RESTful, GraphQL, SOAP, XML-RPC, JSON-RPC e gRPC.

Acredite ou não, seus clientes geralmente encontram 40% mais APIs em seu ambiente do que pensavam anteriormente.

Para saber mais sobre a descoberta de API e como a Noname Security pode ajudá-lo a lidar com suas APIs shadow, encorajo você a baixar seu novo Guia Definitivo para Descoberta de API.

Publicidade

Curso gratuito de Python

O curso Python Básico da Solyd oferece uma rápida aproximação à linguagem Python com diversos projetos práticos. Indo do zero absoluto até a construção de suas primeiras ferramentas. Tenha também suporte e certificado gratuitos. Saiba mais...