Pesquisa descobriu falhas na biometria facial de 26 smartphones populares
27 de Junho de 2023

Uma pesquisa da organização holandesa Consumenten Bond, que trabalha em prol dos direitos dos consumidores, apontou que 26 smartphones populares de marcas como Xiaomi, Motorola, Samsung e outras são vulneráveis ao desbloqueio facial com uso de uma foto do usuário.

A brecha no sistema biométrico é mais comum em modelos mais baratos ou de entrada, enquanto aparelhos mais caros não apresentaram vulnerabilidade.

Dos 60 modelos de smartphones avaliados, 26 apresentaram uma implementação insegura da biometria facial.

A maioria dos modelos vulneráveis é da Xiaomi, com 14 dos 26 que puderam ser desbloqueados desta maneira.

Por outro lado, nenhum iPhone da Apple foi suscetível à exploração, e somente um modelo da Samsung, o Samsung Galaxy A04s, aparece na lista de vulneráveis entre 12 testados.

A organização de defesa do consumidor considerou os resultados decepcionantes, pois não apresentaram progressão positiva em relação aos números do ano passado.

A recomendação é o uso de tecnologias mais robustas, como códigos difíceis de serem desvendados ou o reconhecimento de impressão digital.

Além disso, a organização aponta que alguns aparelhos oferecem métodos mais rígidos para desbloqueio por biometria facial, que devem ser sempre ativados de forma a garantir a melhor segurança possível.

Não deixar o aparelho desatendido e evitar o compartilhamento de senhas também são bons caminhos.

No Android, é possível usar aplicativos de segurança que bloqueiam o acesso a outros softwares com código, adicionando uma camada a mais de proteção a serviços mais sensíveis como os financeiros, apps de mensagens e outros.

Publicidade

Já viu o Cyberpunk Guide?

Imagine voltar ao tempo dos e-zines e poder desfrutar de uma boa revista contendo as últimas novidades, mas na pegada hacking old school.
Acesse gratuitamente o Cyberpunk Guide e fique por dentro dos mais modernos dispositivos usados pelos hackers. Saiba mais...