Navegador Brave lança assistente de IA focado em privacidade no Android
1 de Março de 2024

A Brave Software é a próxima empresa a se aventurar na IA, anunciando um novo assistente de IA que preserva a privacidade chamado "Leo", que está sendo lançado na versão Android de seu navegador na última versão, a versão 1.63.

Leo pode realizar uma ampla variedade de tarefas, incluindo resumir páginas da web ou vídeos, responder perguntas sobre um conteúdo específico, traduzir páginas, escrever código, criar transcrições a partir de clipes de vídeo ou áudio e gerar conteúdo escrito.

Para ativar o assistente, basta tocar no botão "estrela" quando as funcionalidades de IA estão disponíveis.

Para um bate-papo na página, toque no menu de opções "⋮" e selecione "Leo" para começar.

O serviço é oferecido em dois planos, um gratuito e um premium que custa $14,99/mês, que tem taxas mais altas e a capacidade de usá-lo em até cinco dispositivos distintos em qualquer uma das plataformas suportadas (Windows, macOS, Linux, Android).

A Brave afirma que seu assistente de IA se destaca por sua capacidade de fornecer respostas de alta qualidade e relevantes com menos erros, graças ao uso de vários modelos de grandes linguagens avançadas (LLMs), como Mixtral 8x7B, Claude Instant e Llama 2 13B, sendo o Mixtral definido como o padrão por suas capacidades multilíngues e desempenho superior.

A chegada de ferramentas de IA em dispositivos móveis está transformando a experiência do usuário, oferecendo conveniência e eficiência sem precedentes em movimento.

No entanto, essa nova tecnologia aumenta as preocupações sobre a privacidade de dados, pois essas ferramentas geralmente operam continuamente em segundo plano, monitorando todas as interações do usuário com o conteúdo e os serviços.

A Brave afirma que o Leo é fundamentalmente diferente nesse aspecto, incorporando fortes salvaguardas que garantem a privacidade, enquanto ainda permitem que os usuários aproveitem o poder das ferramentas de IA.

Essas medidas são resumidas da seguinte forma:

Os usuários não precisam fazer login em uma conta da Brave para usar o Leo (plano gratuito), então não há risco de criação de perfil ou deanonimização.

Leo não registra conversas com usuários ou as usa para treinamento/otimização do modelo.

Todas as solicitações do usuário são redirecionadas através de um servidor de anonimização, de modo que os IDs dos usuários e as solicitações são desacoplados.

As respostas do Leo são excluídas dos servidores da Brave depois que são geradas.

As respostas que utilizam modelos Antropic são deletadas após 30 dias.

Não são coletados ou armazenados identificadores de usuário, como endereços IP.

Os usuários do Leo Premium que precisam se inscrever recebem tokens anônimos que validam o status da conta deles, que não são vinculados aos seus dados de pagamento.

O Leo será introduzido aos usuários do navegador Brave em Android através de um lançamento faseado na versão 1.63.

Isso significa que pode não estar imediatamente disponível mesmo que você tenha atualizado para a versão mais recente, mas a Brave diz que deve aparecer para todos em alguns dias.

O Leo da Brave no iOS (iPhone) estará disponível nas próximas semanas, segundo o anúncio, então a espera dos usuários da Apple também não será longa.

Publicidade

Curso gratuito de Python

O curso Python Básico da Solyd oferece uma rápida aproximação à linguagem Python com diversos projetos práticos. Indo do zero absoluto até a construção de suas primeiras ferramentas. Tenha também suporte e certificado gratuitos. Saiba mais...