Microsoft Edge estaria coletando dados do Google Chrome sem permissão
31 de Janeiro de 2024

Aparentemente, o Microsoft Edge está importando sem permissão o histórico de abas abertas do Google Chrome.

De acordo com informações de usuários do navegador e do The Verge, o incidente ocorreu após a atualização mais recente do Windows 11.

As pessoas que perceberam o evento alegaram que, ao abrir o Microsoft Edge, todas as últimas abas acessadas no Chrome estavam no outro navegador.

Algo semelhante a restaurar janelas quando um navegador é fechado abruptamente, porém dessa vez ocorreu com um aplicativo concorrente.

Leia mais:

O Edge tem uma ferramenta que permite importar dados de outros navegadores que estão no PC, mas esse é um recurso que só funciona após a ativação manual do usuário.

O caso de abas "roubadas" do Chrome tem acontecido sem o consentimento dos usuários do navegador da Microsoft.

"Nunca importei meus dados para o Microsoft Edge nem confirmei se queria importar minhas guias.

Porém o Edge abriu automaticamente todas as guias do Chrome nas quais eu estava trabalhando.

No início, eu nem percebi que estava usando o Edge", alertou Tom Warren, editor do site The Verge.

"Solicitei um comentário à Microsoft sobre o que observei, mas a empresa não respondeu a tempo para publicação", acrescentou Warren.

Parece que essa importação de dados do Chrome está relacionada à última atualização do Windows, pois o processo se repetiu quando Warren tentou atualizar outro laptop.

É possível que um patch corrigindo essa ação solucione o problema em breve.

Entretanto, até lá, questões sobre privacidade de dados dos navegadores têm sido levantadas por muitos usuários.

Publicidade

Hardware Hacking

Aprenda a criar dispositivos incríveis com o especialista Júlio Della Flora. Tenha acesso a aulas prática que te ensinarão o que há de mais moderno em gadgets de hacking e pentest. Se prepare para o mercado de pentest físico e de sistemas embarcados através da certificação SYH2. Saiba mais...