Microsoft Defender Antivirus ganha um 'modo de desempenho' para unidades de desenvolvimento
29 de Maio de 2023

A Microsoft apresentou uma nova capacidade do Microsoft Defender chamada "modo de desempenho" para desenvolvedores no Windows 11, ajustada para reduzir o impacto das verificações antivírus ao analisar arquivos armazenados em unidades Dev.

Apresentado na conferência Microsoft Build deste ano, o Dev Drive é um novo tipo de volume de armazenamento do Windows 11 que utiliza o Resilient File System (ReFS), disponível em visualização pública, e oferece aos desenvolvedores um desempenho aprimorado e resiliência contra corrupção de dados.

Esses volumes de armazenamento focados em desenvolvedores são projetados para armazenar grandes conjuntos de dados, como repositórios de código-fonte, saída de construção ou arquivos intermediários e caches de pacotes (como Npm, Nuget).

Como afirmou o Chief Product Officer da Microsoft para Windows e Dispositivos, Panos Panay, a combinação Dev Drive e Defender performance mode pode levar a um aumento de velocidade de construção de até 30%.

"O Dev Drive é baseado no Resilient File System, que, combinado com uma nova capacidade de modo de desempenho no Microsoft Defender para Antivírus, oferece uma melhoria de até 30% no sistema de arquivos para tempos de construção em cenários de E/S de arquivo", disse Panay.

"O novo modo de desempenho é mais seguro para suas cargas de trabalho do que exclusões de pasta ou processo, fornecendo uma solução final para equilibrar segurança e desempenho."

Quando este novo modo Antivírus Defender está ligado, ele equilibra o desempenho e a proteção contra ameaças ao adiar as verificações até que as operações de arquivo sejam concluídas.

Para configurar um novo Dev Drive, você deve clicar no botão "Criar Dev Drive" depois de ir para Sistema > Armazenamento > Configurações avançadas de armazenamento > Discos volumes no aplicativo Configurações do Windows.

O modo de desempenho será ativado por padrão para unidades 'Confiáveis', o que é verdade para todos os Dev Drives recém-criados, e só estará disponível se a proteção em tempo real estiver ativada.

Ele também só está disponível para Dev Drives e não pode ser ativado em volumes que usam outros sistemas de arquivos, como FAT32 ou NTFS.

"Um Dev Drive é automaticamente designado como confiável, fornecendo o melhor desempenho possível por padrão.

Um Dev Drive confiável significa que o desenvolvedor que usa o volume tem alta confiança na segurança do conteúdo armazenado lá", explica a Microsoft.

No entanto, qualquer Dev Drive transferido de outro dispositivo será definido como não confiável e usará o modo de proteção em tempo real do Microsoft Defender em vez do novo modo de desempenho.

No entanto, é possível definir um Dev Drive como confiável usando a ferramenta de linha de comando FSUTIL, o que ativará automaticamente o recurso de modo de desempenho.

Por enquanto, os Dev Drives só estão disponíveis para Insiders no Canal Dev do Windows 11 e precisam de no mínimo 8GB de RAM e pelo menos 50GB de espaço livre em disco.

O drive de desempenho também requer o Microsoft Defender Antivírus, o Microsoft Defender for Business ou o Microsoft Defender for Endpoint Plan 1 ou Plan 2 com a versão da plataforma antimalware 4.18.2303.8 (ou posterior) e a versão da assinatura antimalware 1.385.1455.0 (ou posterior).

Publicidade

Já viu o Cyberpunk Guide?

Imagine voltar ao tempo dos e-zines e poder desfrutar de uma boa revista contendo as últimas novidades, mas na pegada hacking old school.
Acesse gratuitamente o Cyberpunk Guide e fique por dentro dos mais modernos dispositivos usados pelos hackers. Saiba mais...