Hackers ucranianos derrubam provedor de serviços para bancos russos
12 de Junho de 2023

Um grupo de hackers ucranianos conhecido como Cyber Anarchy Squad reivindicou um ataque que derrubou o provedor de telecomunicações russo Infotel JSC na noite de quinta-feira.

Entre outras coisas, a Infotel, sediada em Moscou, fornece serviços de conectividade entre o Banco Central Russo e outros bancos russos, lojas online e instituições de crédito.

Após o ataque de ontem, vários grandes bancos em toda a Rússia tiveram seu acesso cortado dos sistemas bancários do país, de modo que não podem mais fazer pagamentos online, como o site de notícias ucraniano Economichna Pravda relatou primeiro.

Infotel confirmou o incidente em seu site, dizendo que está trabalhando na restauração de sistemas que foram danificados após o que descreveu como um "ataque massivo".

"Gostaríamos de informar que, como resultado de um ataque massivo de hackers na rede da Infotel JSC, alguns dos equipamentos de rede foram danificados", disse a empresa russa.

"O trabalho de restauração está em andamento.

Prazos adicionais para a conclusão do trabalho serão anunciados.

Esperamos por sua compreensão e cooperação futura".

Embora a Infotel ou seus atacantes ainda não tenham compartilhado um cronograma dos ataques, o projeto de Detecção e Análise de Interrupção da Internet (IODA) do Georgia Tech mostra que o provedor de internet do Banco Central da Rússia caiu em 8 de junho, por volta das 11h UTC.

O IODA também confirma que a empresa russa está trabalhando na restauração de seus sistemas e ainda estava offline 34 horas depois de ter sido derrubada.

"Toda a sua infraestrutura foi destruída, nada vivo foi deixado lá", disseram os hacktivistas ucranianos em seu canal do Telegram quando anunciaram o ataque ontem.

"No total, a empresa tem cerca de quatrocentos clientes, um quarto deles são bancos, o restante são instituições de crédito, concessionárias de automóveis".

Como prova de seus ataques, eles divulgaram capturas de tela de suposto acesso à rede da Infotel, incluindo um diagrama de rede e o que parece ser uma conta de e-mail comprometida.

Este é um padrão recorrente para o grupo de hackers ucranianos Cyber Anarchy Squad, que tem como alvo outras empresas russas desde que surgiu depois que a Rússia invadiu a Ucrânia.

Notavelmente, no ano passado, o grupo vazou bancos de dados on-line roubados dos sistemas violados de um varejista russo e um fabricante de joias.

Os bancos de dados vazados continham milhões de registros com informações pertencentes a funcionários e clientes das empresas, bem como e-mails internos da empresa.

Publicidade

Pentest do Zero ao Profissional

O mais completo curso de Pentest e Hacking existente no Brasil, ministrado por instrutores de referência no mercado. Oferece embasamento sólido em computação, redes, Linux e programação. Passe por todas as fases de um Pentest utilizando ambientes realísticos. Se prepare para o mercado através da certificação SYCP. Saiba mais...