Hacker vende acesso à VPN de ministério da Colômbia por R$ 1.000
26 de Janeiro de 2024

Um fórum na dark web está disponibilizando o acesso a VPN de um ministério do governo colombiano por 1.000 dólares.

O suposto hacker, que se autodenominou "dawnofdevil", postou o anúncio de uma violação de dados e oferta de venda na sexta-feira passada, dia 19.

Segundo a postagem, o acesso SSL (Secure Sockets Layer) VPN à venda pertence a um ministério colombiano, sem especificar qual, e utiliza a tecnologia Fortinet.

O espaço permanece disponível para eventuais esclarecimentos.

A suposta violação vem após incidentes cibernéticos anteriores na Colômbia.

No início do mês, um juiz de Bogotá condenou Andres Felipe Cardoso Alvarez, também conhecido como Orgon e suposto membro do grupo Anonymous Colombia, a mais de três anos e cinco meses de prisão por crimes de acesso abusivo a um sistema de informática, danos à informática e obstrução ilegítima de um sistema de informática.

De acordo com o Ministério Público, Cardoso acessou ilegalmente vários sites públicos e privados, incluindo o site oficial do gabinete do presidente colombiano (presidencia.gov.co), 12 prefeituras, vários órgãos municipais e as corporações autônomas regionais de Tolima, Huila e norte de Santander, entidade departamental que regula as atividades ambientais e o uso do solo.

Ele também foi condenado a pagar uma multa de 28 mil dólares.

Publicidade

Hardware Hacking

Aprenda a criar dispositivos incríveis com o especialista Júlio Della Flora. Tenha acesso a aulas prática que te ensinarão o que há de mais moderno em gadgets de hacking e pentest. Se prepare para o mercado de pentest físico e de sistemas embarcados através da certificação SYH2. Saiba mais...