Hacker invade Ministério da Saúde
23 de Maio de 2024

A Polícia Federal executou, no dia 22 de Maio, um mandado de busca e apreensão na casa de um individuo suspeito de ciberdelito em Nanuque, Minas Gerais.

O investigado é acusado de ter feito postagens em redes sociais, nas quais afirmava ter hackeado sistemas do Ministério da Saúde e obtido informações sigilosas do CadSus.

Com esse ataque cibernético, o hacker teria disponibilizado na Deep Web dados de 2 milhões de cidadãos brasileiros, como uma demonstração do que havia exfiltrado.

Este hacker também é reconhecido por realizar invasões a outros sistemas e ataques de defacement em websites de instituições governamentais.

A partir das evidências encontradas durante a busca, o suspeito será processado pelos crimes de invasão de dispositivo eletrônico e receptação de dados pessoais.

Em outro caso, uma quadrilha clonou dados de 3 milhões de cartões em São Paulo e Minas Gerais.

Utilizando uma vulnerabilidade zero-day da Cisco, hackers conseguiram violar redes de entidades governamentais.

Diversos hackers já reivindicaram ataques contra os sistemas do Ministério da Saúde, incluindo o grupo Lapsus$, que em Dezembro de 2021 alterou a página inicial do site do Ministério da Saúde.

Naquele momento, o grupo afirmou possuir uma grande quantidade de dados e que poderia realizar um dump dessas informações.

Segundo apurações feitas pela CNN, a Polícia Federal determinou que, apesar das alegações, o grupo não conseguiu acessar dados relevantes do sistema de saúde durante o ataque aos servidores do Ministério.

Publicidade

Aprenda hacking e pentest na prática com esse curso gratuito

Passe por todas as principais fases de um pentest, utilizando cenários, domínios e técnicas reais utilizados no dia a dia de um hacker ético. Conte ainda com certificado e suporte, tudo 100% gratuito. Saiba mais...