Fãs de The Last of Us estão sendo vítimas de golpes que envolvem roubo de cartões e disseminação de vírus
13 de Março de 2023

Duas campanhas de cibercrime estão direcionando os fãs de The Last of Us, aproveitando o final da série de TV e o lançamento do primeiro jogo para computadores.

Em ambos os casos, os criminosos oferecem títulos gratuitos como isca para o roubo de informações de cartão de crédito e instalação de malware, que podem levar ao furto de dados pessoais, senhas e perfis em jogos online.

O Brasil é o quarto país com maior número de ciberataques contra jogadores.

A primeira campanha oferece uma cópia gratuita de The Last of Us Parte II para PC, que não existe.

Ao tentar baixar o jogo, o usuário recebe um malware que pode coletar informações por anos.

Já a segunda campanha oferece um código gratuito para jogar The Last of Us no PlayStation 5, junto com cartões de presente e até mesmo o próprio console.

No entanto, a fraude acontece quando os dados do cartão de crédito são enviados diretamente aos criminosos.

Os especialistas alertam que os ataques contra jogadores são uma tendência crescente desde o ano passado, com mais de 384 mil jogadores atingidos por tentativas de fraude desse tipo entre julho de 2021 e junho do ano passado.

A recomendação é ter cuidado ao acessar sites suspeitos e adquirir títulos apenas em lojas oficiais ou sites reconhecidos, além de proteger contas com senhas complexas e autenticação em duas etapas.

Manter sistemas e aplicativos atualizados e utilizar softwares de segurança também ajuda a evitar ataques.

Publicidade

Curso gratuito de Python

O curso Python Básico da Solyd oferece uma rápida aproximação à linguagem Python com diversos projetos práticos. Indo do zero absoluto até a construção de suas primeiras ferramentas. Tenha também suporte e certificado gratuitos. Saiba mais...