Como se proteger contra golpes nos anúncios do Google?
12 de Junho de 2023

Um anúncio no topo dos resultados de busca não significa que o site é verdadeiro, alerta Fabio Assolini, diretor da equipe global de pesquisa e análise da Kaspersky para a América Latina.

A compra de anúncios para promover sites falsos e aplicar golpes está cada vez mais comum, afetando principalmente marcas de e-commerce e desenvolvedores de softwares populares.

Essa prática maliciosa conhecida como malvertising exige investimento por parte dos criminosos, o que indica que é um caminho lucrativo para eles.

O Google, que é uma das principais plataformas onde esses anúncios aparecem, afirma que tem políticas automatizadas e times com milhares de pessoas trabalhando na moderação e combate às fraudes financeiras.

A empresa também utiliza inteligência artificial e sistemas de machine learning para identificar anúncios fraudulentos e conteúdos suspeitos em geral.

Além disso, o Google criou 29 novas políticas voltadas a anunciantes e publicadores em 2021 e removeu 5,2 bilhões de anúncios considerados suspeitos.

Para se proteger contra essa prática, é importante verificar a URL com atenção antes de clicar em um site de anúncio, pois os criminosos costumam manipulá-los.

Também é recomendável usar softwares de segurança e extensões de navegador para detectar sites fraudulentos e verificar a legitimidade de aplicativos antes de baixá-los em lojas oficiais.

Publicidade

Aprenda hacking e pentest na prática com esse curso gratuito

Passe por todas as principais fases de um pentest, utilizando cenários, domínios e técnicas reais utilizados no dia a dia de um hacker ético. Conte ainda com certificado e suporte, tudo 100% gratuito. Saiba mais...