Ciberataques miram governo canadense
10 de Maio de 2024

O Governo da Colúmbia Britânica está investigando múltiplos "incidentes de cibersegurança" que impactaram as redes governamentais da província canadense.

O Premier David Eby disse em uma declaração na quarta-feira(08) que não há evidências de que os atacantes tenham acessado ou roubado informações sensíveis das redes comprometidas.

No entanto, uma investigação em andamento está avaliando o impacto dos incidentes e investigando quais dados, se houver, podem ter sido acessados.

"Recentemente, o Governo da C.B. identificou incidentes de cibersegurança sofisticados envolvendo redes governamentais", disse Eby.

"O governo está trabalhando em estreita colaboração com o Canadian Centre for Cyber Security (Cyber Centre) e outras agências para determinar a extensão dos incidentes e implementar medidas adicionais para proteger os dados e os sistemas de informação."

O Governo da C.B. ainda não revelou o número de incidentes de cibersegurança que impactaram suas redes e quando foram detectados.

"Sei que o público terá muitas perguntas sobre esses incidentes, e seremos o mais transparentes possível sem comprometer a investigação", acrescentou Eby.

À medida que este trabalho complexo prossegue, o governo fornecerá aos britânicos da Colúmbia atualizações e informações conforme formos capazes.

O governo canadense também divulgou uma violação de dados em novembro que expôs informações sensíveis pertencentes a um número não divulgado de funcionários após dois provedores de serviços de realocação para funcionários do governo canadense (BGRS e SIRVA) serem hackeados em outubro.

Embora o governo canadense não tenha atribuído o incidente, a gangue de ransomware LockBit reivindicou a responsabilidade por violar os sistemas da SIRVA em 17 de outubro e vazou o que afirmou ser arquivos contendo 1,5 TB de documentos roubados.

Mais recentemente, em fevereiro, a Royal Canadian Mounted Police (RCMP), força policial nacional do Canadá, também divulgou que um ciberataque visou suas redes e alertou os funcionários para permanecerem vigilantes.

A agência antilavagem de dinheiro do Canadá também foi forçada a tirar seus sistemas corporativos do ar no início de março para conter o que descreveu como um "incidente cibernético" e disse que sistemas de inteligência ou classificados não foram acessados.

Publicidade

Curso gratuito de Python

O curso Python Básico da Solyd oferece uma rápida aproximação à linguagem Python com diversos projetos práticos. Indo do zero absoluto até a construção de suas primeiras ferramentas. Tenha também suporte e certificado gratuitos. Saiba mais...