Celular Seguro é lançado hoje: como bloquear celular roubado no aplicativo do governo
20 de Dezembro de 2023

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) vai lançar hoje, o aplicativo e site do Celular Seguro, capaz de bloquear em até 30 minutos smartphones roubados ou furtados.

O serviço é grátis e funciona em todo o território brasileiro.

Segundo o MJSP, o app Celular Seguro será um ótimo instrumento, pois conecta vários sistemas.

Assim, ao perder um dispositivo, o usuário pode acessar o site e notificar bancos, Anatel, operadoras e outros serviços.

Se o proprietário do celular perdido não conseguir acessar o site em um computador, por exemplo, a plataforma oferece indicações de pessoas de confiança que podem realizar o bloqueio da linha telefônica em vez da vítima.

Com o novo app Celular Seguro, é mais um dia duro para os infratores! O Governo Federal lança o app gratuito Celular Seguro nesta terça-feira (19).

Instituições como Banco Pan, Banco Inter, Sicoob, Caixa, BTG Pactual, Santander, Banco do Brasil e Bradesco já fecharam parceria com a plataforma.

Em entrevista ao g1, o Secretário-Executivo do MJSP, Ricardo Cappelli, afirmou que empresas como iFood, Uber, 99, Mercado Livre e Nubank vão aderir ao Celular Seguro em breve.

Além disso, o governo também planeja adicionar novidades no Celular Seguro, como o bloqueio dos chips.

Isso impediria os criminosos de realizarem métodos de recuperação de senhas.

Quanto aos crimes contra patrimônio, roubos e furtos de celulares estão no topo da lista.

Em 2022, o Brasil registrou 508,3 mil roubos e 490,8 furtos de smartphones, somando quase 1 milhão de ocorrências, representando um aumento de 16,6% comparado a 2021.

Mesmo com estatísticas tão alarmantes, a verdade pode ser ainda mais assustadora.

Os dados, que constam no 7º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, desenvolvido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, consideram apenas os registros notificados.

Ou seja, milhares de ocorrências onde vítimas não fizeram boletim de ocorrência estão ocultas.

Nesse contexto, o app Celular Seguro foi criado para “melhorar a segurança na utilização de dispositivos móveis por meio de cadastro centralizado dos Dispositivos Móveis Cadastrados, assim como dados de contato de Pessoas de Confiança dos proprietários desses dispositivos.”

Com esse sistema centralizado, o objetivo é agir com mais rapidez nos casos de furto, roubo ou perda.

Hoje em dia, quem perde o acesso ao celular precisa notificar individualmente sua operadora e instituições financeiras, por exemplo.

Falando ao g1, Cappelli argumenta que os criminosos que roubarem os aparelhos não conseguirão usar os aplicativos e nem acessar os bancos da vítima.

“Acreditamos que isso desestimulará a prática desse delito e também a receptação desses objetos”, afirmou.

Como bloquear um celular roubado:

Além de um site, o Celular Seguro está disponível gratuitamente como aplicativo para celulares Android e iOS.

Veja, a seguir, como acessar e se cadastrar no Celular Seguro:

Para acessar:

- Baixe o aplicativo na Google Play (Android) ou App Store (iOS) e faça a instalação;

- Abra o app e clique em “Entrar com gov.br”, depois se identifique com seu CPF e senha;

- Na primeira vez, você precisará aceitar os termos de uso.

Clique em "Concordo" para continuar o acesso.

- Pronto, você já tem acesso ao Celular Seguro.

A tela inicial conta com as opções de cadastro de pessoas de confiança, registrar um telefone e registrar uma ocorrência;

- No menu lateral é possível acessar mais opções como edição de seu perfil, buscar dispositivo, tutorial e termos de uso.

Para bloquear um smartphone roubado:

- Acesse o site do Celular Seguro e informe a ocorrência.

Faça o login e clique em "Registrar ocorrência" na página inicial;

- Escolha as opções "Meus telefones" ou "Telefone de confiança".

O primeiro é para caso o aparelho perdido foi um seu, enquanto o segundo é para aparelhos de terceiros;

- Depois de escolher o aparelho que está perdido, registre a ocorrência clicando em "Alerta";

- Para emitir o alerta às operadoras e bancos é preciso informar data, tipo de situação, hora, cidade e outros detalhes relacionados ao roubo/furto/perda;

- Depois de emitir o alerta, será informado um protocolo.

Anote este número pois ele é importante para futuros atendimentos;

- Com o alerta emitido, as instituições serão avisadas e se comprometem a bloquear o acesso aos bancos e operadoras no dispositivo.

Saiba aqui o que fazer caso haja vazamento de seus dados pessoais.

Publicidade

Cuidado com o deauth, a tropa do SYWP vai te pegar

A primeira certificação prática brasileira de wireless hacking veio para mudar o ensino na técnica no país, apresentando labs práticos e uma certificação hands-on.
Todas as técnicas de pentest wi-fi reunidos em um curso didático e definitivo. Saiba mais...