Brasileiros se preocupam mais em perder dados do que objetos físicos
30 de Março de 2023

Perder a carteira, um fone de ouvido ou um objeto favorito nunca é legal, mas para a maioria dos brasileiros, ficar sem dados pessoais ou memórias digitais é ainda pior.

Foi o que demonstrou uma pesquisa realizada pela fabricante de armazenamento Western Digital, que também colocou o nosso país como um dos mais preocupados com a realização de backups, em um dado que conversa diretamente com o anterior.

De acordo com o estudo, 69% dos brasileiros estão mais preocupados em perder seus arquivos digitais em relação aos objetos físicos.

Por outro lado, 86% dos brasileiros sabe o que é um backup, com 88% desse total efetivamente o realizando de forma periódica, muitas vezes diária e de acordo com a categoria das informações que deseja armazenar.

A preferência é absoluta por serviços de armazenamento online, utilizados por 93% dos entrevistados.

O Brasil apresentou o maior percentual de usuários que realizam backup da América Latina, com 26%.

Nosso país também apresentou a maior frequência para esse tipo de atitude, com uma média de 9,2 procedimentos realizados pelos nossos conterrâneos a cada mês.

Entre os métodos usados, o uso de nuvens ou serviços online gratuitos aparece na liderança, com 54% dos casos.

Depois estão os cartões de memória, com 43%, e por fim os pendrives, com 40%.

Enquanto a preferência é clara por serviços conectados, 23% dos entrevistados pela Western Digital afirmaram que combinam soluções, fazendo cópias de segurança físicas do que está na nuvem.

Entre os principais motivos para preferir meios tradicionais de armazenamento estão a disponibilidade sem a necessidade de internet, citada por 61% dos usuários, e a possibilidade de melhor gerenciamento de documentos, com 49% das respostas.

37% dos participantes da pesquisa também demonstraram preocupações com a segurança, considerando que drives físicos estão menos suscetíveis a vulnerabilidades.

Na outra ponta, a falta de conhecimento sobre como fazer um backup foi citada como impedimento para 30% daqueles que indicaram não realizar o procedimento.

Outros 28% afirmam que não consideram o processo necessário, enquanto 24% dizem que esquecem de fazer isso.

Ainda, para 21% dos entrevistados, os próprios dados não são importantes o bastante para a criação de cópias de segurança.

A pesquisa foi realizada pela Western Digital em ligação ao Dia Mundial do Backup, que acontece todo 31 de março como uma forma de conscientizar os usuários sobre a necessidade de armazenar seus dados com segurança.

O objetivo também foi descobrir o comportamento de usuários nas três principais economias da América Latina, com indivíduos da Argentina e México também sendo consultados.

Publicidade

Hardware Hacking

Aprenda a criar dispositivos incríveis com o especialista Júlio Della Flora. Tenha acesso a aulas prática que te ensinarão o que há de mais moderno em gadgets de hacking e pentest. Se prepare para o mercado de pentest físico e de sistemas embarcados através da certificação SYH2. Saiba mais...