A OTAN investiga suposto roubo de dados por hackers do SiegedSec
27 de Julho de 2023

A OTAN confirmou que sua equipe de TI está investigando alegações sobre um suposto ataque hacker que resultou no roubo de dados no Portal de Cooperação das Comunidades de Interesse (COI) por um grupo de hackers conhecido como SiegedSec.

O Portal de Cooperação COI é o ambiente de compartilhamento de informações e colaboração não classificadas da aliança militar, dedicado ao apoio às organizações da OTAN e às nações membros.

Ontem, o grupo de hackers 'SiegedSec' postou no Telegram o que afirmam ser centenas de documentos roubados do Portal de Cooperação COI.

A empresa de segurança cibernética CloudSEK analisou os dados vazados e descobriu que eles compreendem 845MB de arquivos, 8.000 linhas de informações sensíveis relacionadas ao usuário, documentos não classificados e detalhes de acesso à conta do usuário.

A análise da CloudSEK indica que o vazamento de dados, se confirmado, afeta 31 países que são membros da aliança da OTAN.

Em resposta a um pedido para comentar sobre a autenticidade dos dados vazados, um oficial da OTAN disse ao BleepingComputer que estão investigando as alegações.

"Os especialistas em cibersegurança da OTAN estão ativamente investigando as recentes alegações associadas a um Portal de Cooperação das Comunidades de Interesse", disse um porta-voz da OTAN ao BleepingComputer.

"Enfrentamos atividades cibernéticas maliciosas diariamente e a OTAN e os Aliados estão respondendo a essa realidade, incluindo fortalecendo nossa capacidade de detectar, prevenir e responder a tais atividades."

SiegedSec, que no início do ano alegou uma violação na empresa de software Atlassian e vazou milhares de registros de funcionários, endereços de e-mail, números de telefone, nomes e muito mais, não parece estar financeiramente motivado.

Em vez disso, os atores da ameaça são mais parecidos com hacktivistas, que parecem estar mais interessados em vazar dados roubados e aproveitar o caos gerado para fazer uma declaração, ou como eles dizem, simplesmente por diversão.

Em referência ao suposto hack do portal COI, SiegedSec diz que o ataque é em protesto contra os ataques dos países membros da OTAN aos direitos humanos.

"Gostaríamos de enfatizar que esse ataque à OTAN não tem nada a ver com a guerra entre Rússia e Ucrânia, isso é uma retaliação contra os países da OTAN por seus ataques aos direitos humanos (- Além disso, é divertido vazar documentos ^w&^)", escreveu SiegedSec para o seu canal Telegram.

Publicidade

Pentest do Zero ao Profissional

O mais completo curso de Pentest e Hacking existente no Brasil, ministrado por instrutores de referência no mercado. Oferece embasamento sólido em computação, redes, Linux e programação. Passe por todas as fases de um Pentest utilizando ambientes realísticos. Se prepare para o mercado através da certificação SYCP. Saiba mais...